MOSTRAR BARRA LATERAL
Entenda a grande importância da logística para e-commerces

Os números do e-commerce brasileiro impressionam. De acordo com o E-bit, o setor faturou R$21 bilhões no primeiro semestre de 2017, alta de 7,5% ante o mesmo período de 2016. Entre os motivos do crescimento, estão a maior confiança por parte dos consumidores e a eficiência da gestão. Decisões a respeito de pontos como a logística para e-commerce estão sendo melhor pautados e isso se reflete na qualidade das transações.

No post de hoje, vamos elucidar da importância da logística e dar sugestões de como aperfeiçoar os processos internos a ela relacionados. Acompanhe!

Qual A Importância De Uma Logística Para E-Commerce Eficiente?

Em linhas gerais, uma logística eficiente é capaz de contribuir para os bons números da loja virtual. O cliente já sabe que terá de esperar pela encomenda. Contudo, se o negócio conseguir surpreendê-lo de forma positiva, você terá não só uma vantagem competitiva em relação à concorrência, como também a possibilidade de gerar mais engajamento/ indicações dos consumidores.

Para se ter uma ideia da relevância dessa área, o montante total de fretes pagos pelos consumidores do e-commerce chegou a R$1,03 bilhão no primeiro semestre deste ano, e o valor médio foi de R$29,93 por entrega (dados do E-bit). O que reforça a importância de se ter um processo logístico bem estruturado, capaz de atender às demandas dos dois lados – cliente e negócio.

Como Aperfeiçoar A Estratégia De Logística?

Todos os processos devem ser pensados para se trazer rapidez à operação. Vamos aos principais pontos:

1. Mantenha os fornecedores perto

Isso quer dizer que você deve estar atento às tabelas dos fornecedores com custos, disponibilidade e principalmente prazo de entrega. Além disso, é preciso saber se há acréscimos de valor (rótulos e embalagens), como é a política de troca e devoluções dos fornecedores e quem é o responsável pelas entregas (se é o próprio fornecedor ou terceiros).

2. Elabore um processo de picking bem estruturado

Os produtos do estoque chegaram. O próximo passo é catalogá-los e armazená-los de forma que seja mais fácil identificá-los e separá-los para encaminhar ao consumidor. É o processo de picking, e este também precisa ser estruturado. A forma mais eficiente é identificar os produtos com maior saída.

Geralmente, a maior parte das encomendas gira em torno de 20% a 30% dos SKUs (produtos com maior saída). Ou seja, o maior volume de pedidos é feito de uma pequena parcela do portfólio. Identificar quais produtos têm maior demanda vai facilitar tanto na estocagem quanto na separação, devendo estes serem catalogados e armazenados em locais de fácil acesso.

3. Controle tudo o que for relevante

Comece pelo controle do estoque, que evita o acúmulo ou falta de produtos e também ajuda no controle das finanças, na estratégia de promoções e ofertas, entre outros pontos. O ideal é manter um inventário frequente, capaz de evitar perdas e permitir que o e-commerce se antecipe em relação à escassez ou excesso de produtos.

4.  Tenha mais de uma opção de frete

Pesquisa conduzida pela ABCOMM apontou que 90% das lojas de comércio virtual utilizam os Correios e apenas 35% se valem das transportadoras privadas. Apesar do baixo custo do frete e da abrangência dos serviços de postagem dos Correios, ainda há questões relacionadas às greves, e isso influência na logística.

Solução? Buscar o equilíbrio nos envios, parcerias com as transportadoras e alinhar bem os objetivos de vendas, e assim consolidar um crescimento sustentável do negócio.

5. Conte com um software de controle e gestão

A época das planilhas acabou. Elas podem até ter serventia, mas não entregam o mesmo que um software de gestão. Com ele é possível manter o controle de todas as áreas da logística, permitindo, por exemplo, antecipar-se à baixa e alta demanda, saber quando é preciso renovar o estoque, facilitar processos, entre outras vantagens destinadas à logística para e-commerce.

Gostou do que leu? Comente o que achou e assim poderemos criar mais conteúdos interessantes!

Vale a leitura

E-commerce de calçados 6 funcionalidades indispensáveis para ter sucesso
E-commerce de calçados 6 funcionalidades indispensáveis para ter sucesso
O setor de calçados precisou se adaptar e inovar suas operações para lidar com a crise durante a pandemia. Com as pro...
Saiba mais
Milwaukee e Ben’s Bicycle personalizaram a venda de bikes no e-commerce
Milwaukee e Ben’s Bicycle personalizaram a venda de bikes no e-commerce
Fundada em 1928, a Ben’s Cycle é especializada em produtos de bicicletas difíceis de encontrar e de alta qualidade, b...
Saiba mais
Conceito: o que significa Headless Commerce da VTEX?
Conceito: o que significa Headless Commerce da VTEX?
Conforme os anos passam, novas formas de atuar no mercado vão surgindo, dando espaço para novos modelos de negócios e...
Saiba mais

Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados