MOSTRAR BARRA LATERAL
Os prós e contras de começar a vender em marketplace

Engana-se quem acredita que a única maneira de se vender na internet é através de um e-commerce. Hoje em dia existem empreendimentos digitais de várias formas, desde marcas que vendem exclusivamente em redes sociais, como o Instagram, ou o WhatsApp, até as lojas que preferem a autonomia de um e-commerce.

Não existe apenas uma maneira de se vender online, e se você está procurando a melhor alternativa, quando o assunto é visibilidade de marca, marketplaces podem ser uma oportunidade de vender seus produtos, utilizando plataformas de grandes marcas como Americanas, Amazon, Submarino e entre outras.

No artigo de hoje, vamos compartilhar os benefícios de se vender em um marketplace e também algumas desvantagens deste canal de vendas.

Os benefícios de vender em Marketplaces

Audiência para iniciar suas vendas online

Um dos fatores que mais chamam a atenção quando se fala em marketplaces, é a alta audiência que este canal oferece para os logistas. Ao colocar seus produtos na vitrine destas lojas já consolidadas no mercado, a atração de públicos novos se torna frequente e pessoas com interesse nos produtos que sua loja online oferece, encontram sua marca com mais facilidade.

Sem dúvida esta característica possibilita novos empreendedores digitais a driblar o desafio de formar audiência no começo do negócio. Mas fique atento, se você tem a pretensão de expandir seus canais de vendas, não se prenda a audiência fornecida pelos marketplaces, elabore estratégias de fidelização e tente sempre oferecer uma experiência de marca inesquecível para criar uma audiência para seu e-commerce.

Relevância SEO

Os marketplaces investem de forma massiva em estratégias de SEO, links patrocinados, conteúdos e anúncios, o que auxilia na visibilidade da sua empresa e consequentemente na otimização do seu e-commerce, caso tenha um.

Porém, para que exista de fato relevância, é necessário que você utilize as técnicas de SEO para rankear seus produtos dentro do markeplace e conquiste um bom posicionamento nos mecanismos de busca do site.

Aqui vale o básico: utilizar palavras-chaves; inserir linkbuilding; fazer uso de imagens de qualidade; preencher o máximo de atributos do produto; oferecer preços competitivos; e principalmente cuidar da reputação da sua marca.

Baixo investimento inicial

Você não precisa investir um valor alto para começar a atuar em marketplaces, mas obviamente terá que passar por algumas burocracias para vincular sua marca e produtos neste canal de venda de terceiros.

Você pode escolher a loja terceira que deseja atuar, ou utilizar plataformas que possuem integrações com marketplaces, onde facilitam o ingresso de lojistas e aprimoram a experiência nestes canais.

Infraestrutura completa

Outra boa notícia para os lojistas que estão pensando em adentrar no marketplace, é a infraestrutura desses sites. A maioria deles, contam com integrações e um sistema com as ferramentas para expor seu produto.

Dentre os itens básicos, estão os meios de pagamento já integrados a plataforma e ao checkout; estrutura de taxas e porcentagens de lucro; opções de logística de envio; políticas de direitos e deveres para os consumidores entre outros.

Estudos de Mercado

Grande parte dos shoppings online ou plataformas que integram e-commerce ao marketplace, disponibilizam ao logista estudos sobre o comportamento do consumidor, categorias mais procuradas, procutos em alta ou mais vendidos. Estes estudos são extremamente importantes para auxiliar a sua estratégia de vendas e até uma possível expansão do seu leque de produtos.

Participação em grandes campanhas de marketing

Colocar seus produtos dentro de sites conhecidos pelo público, como os gigantes Submarino, Americanas, Amazon, Casas Bahias ou Magazina Luiza já é considerado um grande benefício.

Mas além de estar presente nestes canais de vendas reconhecidos pelo consumidor, sua loja poderá participar de campanhas de marketing ou promoções sazonais para impulsionar a consolidação da sua presença digital.

As desvantagens de vender em Marketplaces

Concorrência acirrada

Assim como sua marca está presente nestes shoppings online, outras marcas também estarão diante do mesmo público que você deseja atingir, apresentando produtos na mesma categoria tornando a concorrência acirrada.

Isso pode ser considerado uma desvantagem caso você não se dedique em criar relevância em seus produtos ou trabalhar forte na sua reputação de marca. Pode ser altamente concorrido conseguir efetuar uma venda no marketplace, porém se a experiência que você oferece for tão boa a ponto de criar defensores da marca e feedbacks positivos, a concorrência acirrada não será um problema.

Taxas dos marketplaces

Se você está iniciando, economizar com infraestrutura ou campanhas de divulgação é com certeza algo positivo. Porém, fique atento as taxas do marketplace, que cobram parte do seu lucro. As taxas de comissões variam entre 10 até 25% dependendo da política de cada canal.

E se você pensa que a solução pode ser elevar os preços dos seus produtos para aumentar a sua faixa de lucro, lembre-se da alta concorrência com os outros lojistas e o quanto o seu produto deixará de ser atrativo de acordo com os índices da concorrência.

Lembre-se de trabalhar com produtos que oferecem margem de lucro saudável, que te permita oferecer preço competitivo e atrativo ao cliente.

Baixa tolerância a erros

Evitar erros, tanto na experiência do site quando na jornada de compra do cliente é essencial em qualquer negócio que você administre. Porém, nos marketplaces esses erros tomam uma escala maior, afinal sua reputação está em jogo.

Por isso, fique atento em seu estoque, se você está oferecendo produtos que não estão em faltas, que as entregas sejam feitas como prometidas e o atendimento seja excelente. Erros podem ocasionar má reputação de marca entre os consumidores.

Marketplaces podem ser um ótimo canal de vendas para negócios que estão iniciando no digital e até mesmo para e-commerces que gostariam de aumentar a visibilidade da sua loja online. Seja qual for o objetivo que irá te levar a iniciar vendas em marketplaces, sempre tenha em mente o que o canal pode oferecer de positivo e negativo a sua operação.

Gostou do artigo? Comente e compartilhe com seus amigos nas redes sociais.

Vale a leitura

4 Formas de expandir seus canais de venda online
4 Formas de expandir seus canais de venda online
Conseguir um bom volume de vendas é o objetivo de qualquer empresa no meio varejistas e para isso acontecer, a empres...
Saiba mais
Black Friday 2020: Como usar marketplaces para aumentar o alcance da sua marca
Black Friday 2020: Como usar marketplaces para aumentar o alcance da sua marca
As expectativas para está Black Friday são altas, principalmente para negócios que atuam online, as perspectivas são ...
Saiba mais

Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados